Estado de Goiás

Processo de Cooperação  

A cooperação internacional entre instituições envolve uma série de etapas a serem seguidas, com o objetivo de oficializar acordos e convênios. Conheça passo a passo o processo de cooperação:

  1. Identificação de oportunidades: a CGRI procura instituições comprometidas com a produção de conhecimento e que estejam interessadas no intercâmbio cultural, acadêmico, científico e tecnológico, buscando identificar os possíveis parceiros para o estabelecimento de acordos de cooperação.
  2. Protocolo de intenções: é o documento trabalhado pela Universidade Estadual de Goiás e a possível instituição de ensino estrangeira, com o objetivo de traçar ações conjuntas com vistas a produzir o acordo de cooperação.
  3. Plano de trabalho: a partir das ações traçadas no protocolo de intenções, desenvolve-se o plano de trabalho, documento no qual se estabelece objetivos, metas e programa que serão acordados sob um instrumento de cooperação (parceria, mobilidade, transferência de tecnologia e outros).
  4. Proposta de cooperação: a proposta de cooperação estabelece o tipo de acordo a ser firmado. A criação de linhas de financiamento de pesquisa pelas duas instituições, o fechamento de convênios de intercâmbio e a participação da UEG em eventos internacionais são alguns dos pontos discutidos nessa fase do processo de cooperação.
  5. Protocolo de cooperação: após as negociações sobre o tipo de parceria a ser firmada, é enviado para a instituição estrangeira (departamento jurídico) o protocolo de cooperação (já analisado pelo departamento jurídico da UEG) para ser assinado. Essa etapa oficializa o compromisso firmado entre as duas instituições.
  6. Início da cooperação: o início da cooperação é a etapa em que começam as atividades previstas no plano de trabalho delineado e acertado no protocolo de cooperação entre a UEG e a instituição estrangeira.
BR 153 Quadra Área, Km 99, Anápolis-Goiás