Estado de Goiás

Conheça o Programa e Seus Benefícios  

O Programa Ciência Sem Fronteiras - CsF objetiva propiciar a formação de recursos humanos altamente qualificados nas melhores universidades e instituições de pesquisa estrangeiras, com vistas a promover a internacionalização da ciência e da tecnologia nacional, estimulando estudos e pesquisas de brasileiros no exterior, inclusive com a expansão significativa do intercâmbio e da mobilidade de graduandos.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

I. Oferecer oportunidade de estudo a discentes brasileiros em universidades de excelência, bem como oferecer a possibilidade de estágio programado de pesquisa ou inovação tecnológica com acompanhamento;

II. Permitir a atualização de conhecimentos em grades curriculares diferenciadas, possibilitando o acesso de estudantes brasileiros a instituições de elevado padrão de qualidade, visando complementar sua formação técnico-científica em áreas prioritárias e estratégicas para o desenvolvimento do Brasil;

III. Complementar a formação de estudantes brasileiros, dando-lhes a oportunidade de vivenciar experiências educacionais voltadas para a qualidade, o empreendedorismo, a competitividade e inovação;

IV. Estimular iniciativas de internacionalização das universidades brasileiras;

V. Possibilitar a formação com qualidade de uma força de trabalho  técnico-científica altamente especializada.

NA UEG

A UEG tem adesão ao Programa Ciência Sem Fronteiras desde 2011 quando lançou o primeiro Edital para os Estados Unidos. A Coordenação de Relações Internacionais, Pró-Reitoria de Graduação e Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação são os gestores do Programa dentro da instituição. Desde seu lançamento o Programa já encaminhou alunos de graduação e pesquisa para EUA, Portugal, Espanha, Bélgica, Holanda, Itália, Hungria, Austrália, Canadá e Reino Unido.

O Programa já beneficiou mais de 202 alunos de graduação da UEG nos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Ciências Biológicas, Enfermagem, Farmácia, Física, Química Industrial e Licenciatura, Engenharia Civil, Engenhaira Agrícola, Engenharia Florestal, Comunicação Social, Fisioterapia, Sistema de Informações e Logística. A previsão é ampliar os cursos para atender as áreas prioritárias do Programa.

Nos Editais de 2014, alunos dos cursos de Superiores de Tecnologia: Alimentos, Aquicultura, Gastronomia, Latícínios, Logística, Mineração, Produção de Grãos, Produção Sucroalcooleira e Rede de Computadores podem se candidatar ao Programa Ciência Sem Fronteiras desde que atendam aos Critérios de Seleção na UEG e ao CsF. Cursos de graduação regular como Agronomia, Educação Física, Geografia, Matemática e Zootecnia podem também se candidatar a uma das bolsas do Programa.

CANDIDATURA

O aluno tem que ficar atento aos Procedimentos de Candidatura:

1° ETAPA: Site do Ciência Sem Fronteiras, observando o Edital do país escolhido;

2° ETAPA: Inscrição para Proficiência de Língua Estrangeira

3° ETAPA: Entrega de Documentos na Coordenação de Relações Internacionais da UEG para Homologação, observando o Edital Complementar da UEG para os critérios de pré-seleção; 

4° ETAPA: Gestor do Ciência Sem Fronteiras no País escolhido pelo aluno. É este quem irá direcionar o aluno a uma Universidade Estrangeira.

Para todas os Editais há um Cronograma para o País escolhido. É importante que o aluno se atente a esses prazos do Edital/País que pode ser alterado ao longo do processo de candidatura.

O fato do aluno ser aprovado ou selecionado em uma das Etapas de Seleção ou Exame de Proficiência de Língua Estrangeira não garante aprovação imediata no Programa Ciência Sem Fronteiras. Por se tratar de uma bolsa de estudo internacional, o aluno deve atender todos os critérios para mobilidade como solicitação de passaporte, vistos e tradução de documentos. Em Mobilidade, caso não atenda as demandas do Programa ou das Instituições de Ensino o aluno terá sua bolsa cancelada e o pedido de repatriação.

Observe também a legislação vigente na UEG para Mobilidade Nacional e Internacional, Resolução CsU 062/2013 

BR 153 Quadra Área, Km 99, Anápolis-Goiás